17 setembro 2012

Resenha: Os Imortais


Hey people, you are ok?

Antes de começar o post, peço milhões de desculpas por não ter postado nada a semana passada, mas é que eu estava viajando e não que eu não tivesse internet, o problema se encontra em um serzinho que chamo que irmã, que não largou de mim um segundo sequer, e como nos vemos apenas uma vez por ano, resolvi aproveitar!

Deixando minha vida de lado, já vou avisando que os vídeos desse post são longos, então se você não tiver paciência, eu aconselho que pare por aqui!

Hoje vamos falar da gloriosa série... OS IMORTAIS!, da ilustríssima Alyson Nöel.

A série Os Imortais se constitui em seis curtos livros que abrangem muito o mundo espiritual, físico e metafísico. A história toda pode parecer viajada de início, mas garanto que é algo que se arrepende de ler se começar.

Com o sexto sentido aguçado, Alyson nos traz uma narração em primeira pessoa mais do que apaixonante, através dos curiosos, temerosos e perspicazes olhos de Ever Bloom. Vamos ler a sinopse para entender uma pouco da história.


Para sempre





Sinopse: Ever Bloom tinha uma vida perfeita: era uma garota popular, acabara de se tornar líder de torcida do principal time da escola e morava numa casa maravilhosa, com o pai, a mãe, uma irmãzinha e a cadela Buttercup. Nada no mundo parecia capaz de interferir em sua felicidade, o céu era o limite! Até que um desastre de automóvel transformou tudo em um pesadelo angustiante. Ever perdeu toda a sua família. Mudou de cidade, de escola, de amigos, e agora, além de todas essas transformações em sua vida, ela precisa aprender a conviver com uma realidade insuportável: após o acidente, ela adquiriu dons especiais. Ever enxerga a aura das outras pessoas, pode ouvir seus pensamentos e, com um simples toque, é capaz de conhecer a vida inteira de alguém. É insuportável. Ela foge do contato humano, esconde-se sob um capuz e não tira dos ouvidos os fones do i-pod, cujo som alto encobre o som das mentes a seu redor. Até que surge Damen. Tudo parece cessar quando ele se aproxima. Só ele consegue calar as vozes que a perturbam tão intensamente. Ever não entende o porquê disso, mas é incapaz de resistir à paz que ele lhe proporciona, à sensação de, novamente, ser uma pessoa normal. Ela não faz ideia de quem ou o quê Damen realmente é. Sua única certeza é estar cada vez mais envolvida... e apaixonada.

Em uma era onde vampiros, lobisomens e zumbis reinam, nos vemos totalmente fascinados e surpresos com o que Alyson preparou para nós. Sua história prende a atenção do início ao fim, ao mostrar-nos um novo modo de ver a vida e morte. O segredo está todo contido em Damen, um garoto misterioso que se matricula na mesma escola que Ever e, mesmo andando com os populares, não a despreza. É através dele que Ever vai descobrir o que realmente é, e porque foi a única a sobreviver ao acidente de carro que matou toda sua família.

Gostei muito da trama, o livro me surpreendeu muito! Eu não imaginava nada do que aconteceu... Comprei o livro porque eu estava na onda de vampiros e, sem ler a sinopse, comprei achando que fosse um desses, mal imaginava eu que era algo muito diferente e ligeiramente mais intrigante do que isso.

Lua Azul



Sinopse: Ever é agora uma imortal. Iniciada nesse mundo desconhecido e sedutor por seu eterno amado, Damen, está empenhada em conhecer e dominar suas novas habilidades, mas algo terrível começa a acontecer. Acometido por uma doença misteriosa que ameaça, inclusive, sua memória, Damen não percebe que seus poderes se estão esvaindo – enquanto Ever se sente cada vez mais forte.
 
Desesperada para salvá-lo, ela viaja até a dimensão mística de Summerland, onde não apenas toma conhecimento da misteriosa história de Damen, brutal e torturante, mas também tem acesso aos segredos que regem o Tempo.
 
Com a lua azul que se aproxima, anunciando uma oportunidade única de se projetar para o passado ou para o futuro, Ever é forçada a decidir entre voltar no tempo e impedir o acidente que tirou a vida de toda a sua família ou ficar no presente e salvar Damen, que parece definhar a cada dia.

Lua Azul está longe de ser tão bom quanto Para Sempre, mas faz parte da história, né?
Veja bem, Para Sempre é apenas a apresentação das personagens, do romance e do universo em que elas vivem. Já Lua Azul, é a introdução da verdadeira história. Pode-se ver que é aí que tudo verdadeiramente começa, mas... Digamos que o comportamento de Ever está mudando, assim como o de seus amigos e o de Damen, causando a reviravolta típica de romance não correspondido. Assim como em várias outras sagas, o jovem cavalheiro começa a agir estranho e deixa a mocinha, trazendo para nossa narração a melancolia de ser deixada. Oh, me poupe! O livro em si tem muitos rodeios, ficando dando voltas, pontos sem nó e nunca sai do lugar. Isso até que Ever comece a se envolver com magia e consegue de algum modo, uma forma de voltar no tempo, antes do acidente que matou sua família acontecer. O que é épico mesmo é o final, onde ao invés de salvar Damen completamente, ela os coloca em perigo de uma forma peculiar, fazendo com que a série comece a andar e a ficar interessante...

Terra de Sombras



Sinopse: Ever e Damen tem viajados através de incontáveis vidas passadas, e lutaram contra os inimigos mais obscuros do mundo, para que pudessem estar juntos. Mas quando o tão aguardado destino está finalmente ao seu
alcance, uma poderosa maldição recai sobre Damen … Uma maldição que pode
destruir tudo. Agora um simples contato de suas mãos ou um leve toque de
seus lábios causaria sua morte imediata – levando Damen a uma vida após
a morte em Shadowland (Terra das Sombras), o abismo eterno das almas
perdidas. Desesperada para quebrar a maldição e salvar Damen, Ever recebe
ajuda de uma fonte inesperada… Jude Knight. Embora ela e Jude se
conheceram agora, ele parece surpreendentemente familiar. Apesar de sua
lealdade feroz a Damen, Ever é atraída
por Jude, um rapaz de olhos
verdes dourados com poderes mágicos e um passado muito misterioso. Ela
sempre acreditou que Damen é sua alma gêmea e amor verdadeiro e ela
ainda acredita nisso. Mas quando Damen se afasta para salvá-los das
trevas que habita sua alma, a conexão de Ever com Jude se torna mais
forte e testa seu amor por Damen como nunca antes…

Como eu disse antes, é aí que a história começa a ficar interessante. Realmente, Damen se afasta um pouco de Ever, para pensar num modo de conseguir manter o contato físico com ela. Ele também vira um tanto quanto altruísta, ganhando mais a pose de príncipe encanto, do que a de bad boy pela qual nos apaixonamos no primeiro livro. E é neste dado momento que entra Jude... Um garoto surfista, que exala a calmaria e a sabedoria do mar. Ele é o oposto de Damen para Ever, mas inegavelmente eles têm uma ligação no passado, que irá balançar as estruturas da garota. Juntos, eles descobrem a magia e sua ligação nas vidas passadas.

Durante a trama também descobrimos Shadowland(Terra de Sombras), que é a terra sombria para a qual os imortais vão reviver o pior de seu passado, assim que morrem.

Chama Negra



Sinopse: Enquanto tenta ajudar Haven na transição para a vida imortal e libertar Damen do feitiço que não a permite tocar nele, Ever se aprofunda mais e mais nos mistérios da magia negra. O feitiço, porém, vira contra a feiticeira, e ela se vê presa a seu maior inimigo: Roman. A força estranha e poderosa que toma conta de seu corpo impede que Ever consiga parar de pensar nele e de desejá-lo. Ela quer resistir à atração incontrolável que a está consumindo. Ele quer se aproveitar desse momento de fraqueza. A ponto de se render, Ever procura a ajuda de Jude, arriscando tudo e todos para salvar a própria vida e seu futuro com Damen...

Esse, em minha humilde opinião, é o melhor livro da série! É nesse livro, que a Ever mostra ser não uma mocinha qualquer, mas uma guerreira nata. Ela faz de tudo para salvar seu futuro com Damen, por isso se envolve com magia negra, fazendo com que tudo dê errado para ela. Nesse livro ela se vê mais próxima a Jude, irrevogavelmente próxima a Roman, tenta esconder suas magias de Damen e, tenta convencer Haven de que Roman não é exatamente o que ela pensa. Não vou escrever muito mais sobre esse livro, quero que quem leia tire sua própria conclusão.

Posso dizer que Alyson caprichou muito neste livro...

Estrela da Noite



Sinopse: Certa de que Ever é responsável pela morte de Roman, Haven está determinada a destruí-la. Seu primeiro passo é separá-la de Damen, e, para isso, conta com a arma ideal: um segredo terrível sobre suas vidas passadas, que lançará uma nova luz sobre o relacionamento de Ever e Jude. Obrigada a enfrentar seus maiores medos com relação ao companheiro que escolheu para a eternidade, Ever é lançada em um combate mortal contra Haven, que poderá significar a destruição de todos. É chegado o momento de se questionar: para sobreviver, ela seria mesmo capaz de condenar Haven à escuridão de Shadowland? E será que todo o seu futuro com Damen poderia mesmo depender de uma revelação do passado?

Eu gostei deste livro, mas odiei o fato de Haven ficar contra Ever. Digo, elas eram hiper amigas! E Haven começa a usar dos mesmos meios que Roman para ficar popular, se sentir amada... Quanto ao segredo, não achei algo tão cabeludo, mas chocante, confesso. É neste livro que as coisas começam a andar, e param! Parece que o fim se faz aí, mas é assim que os segredos surgem e tudo começa a fazer sentido, dando início ao fim para nosso final épico.

Infinito



Sinopse: Após derrotarem seus inimigos mais temidos, Ever e Damen começam uma nova jornada para que ele se livre do veneno em seu corpo. Se encontrarem o antídoto, finalmente serão capazes de viver a paixão pela qual anseiam há séculos. A busca, porém, leva-os a um terreno desconhecido e pavoroso — as profundezas de Summerland. Lá, eles descobrirão a origem obscura e inimaginável de seu relacionamento e serão obrigados a encarar uma dolorosa verdade: o destino tem motivos para mantê-los separados. Agora, o futuro irá depender de uma única decisão, que poderá pôr em risco tudo o que eles têm. Inclusive a eternidade.

O épico final! Há livro mais impressionante do que esse? Eu nunca imaginaria tamanha complexidade e profundidade em uma só coisa. Esse é um livro que nos faz sentir nostálgicos e pequenos diante do vasto mundo em que vivemos.

Na busca, Ever e Damen conhecem melhor seu passado, que mostra exatamente o motivo 
de seu presente ser tão nebuloso. Na metade do livro, eles têm uma escolha: receber o antídoto ao veneno que os separa ou acabar de vez com seu carma. Damen, egoísta e incrédulo, fica com o antídoto. Mas Ever é teimosa, e sai em uma jornada, em busca da liberdade de sua alma, trazendo-nos grandes emoções, durante uma insana viagem pelos lugares mais impressionantes do mundo.

Vejam os vídeos e tirem suas conclusões:




Desculpe não falar muitas coisas sobre os livros, mas não queria soltar muitos spoilers, por conta de quem quiser ler. E são livros que realmente valem a pena, então...

É isso aí, pessoal! Espero que tenham gostado desse cansativo post e até sexta! ^^

Beiijões!

2 comentários:

Baby Suh BR disse...

Ainda só li os 2 primeiros, mas fiquei imensamente frustrada com o final de Lua Azul. Que foi aquilo?? Foi quase como um despache de final de história. Do tipo: "estou chateada com essa enrolação, bora acabar a história num momento em que era necessário mais enredo e explicações. ah, e não esquecer de acabar com um final totalmente sem sentido."
Odiei e estou com mtas reservas em ler a restante saga pq fique mto revoltada mesmo. Aquilo não era jeito de se terminar com livro algum. Parece até que foram cortados parágrafos e páginas no final da história e q editaram mal o final. Fiquei mesmo revoltz!

BabySuh disse...

Comprei há algumas semanas o "shadowland" (Terra Sombria aí, né?) e bom, estou adorando. O enredo digo e a entrada do Jude promete bastante (ainda estou na metade). Não sei vocês, mas eu achei - nesse livro, digo - que se notou uma química mais forte e consistente entre a Ever e o Jude do que a Ever e o Damen. Durante o pouco que li, a Ever parecia considerar o Damen como um prêmio de consolação. Do tipo, ela estava com medo que durante esse tempo todo o Damen só quisesse chegar aos finalmentes com ela pq era isso q NUNCA tinha acontecido com eles antes, mas no entanto ela parece estar MUITO mais focada em chegar nos finalmentes com ele do que em manter um relacionamento para o futuro.
Mas depois eu lembro da idade dela e perdoo. kkkkkkkkk
No entanto, a maneira com a "Ever" tem descrito seus momentos com o Damen parecem BEM mais antiquados que ele. kkkkkkkk
Enfim...eu sou uma crítica e espero que o resto do livro me satisfaça.
E acreditem ou não, meu personagem favorito está sendo o Roman. kkkkkkkkk
Uma coisa que está me irritando PRA CARA*** é o fato de a Ever não perguntar a Roman o que ele quer dela em troca já que não tem a ver com sexo! Só atiça minha curiosidade. kkkkkkkkk